sábado, 2 de agosto de 2014


Há uns meses atrás, um amigo meu mandou-me mensagem porque precisava de desabafar. O tio da mãe dele, acho que era isso, tinha falecido. Eu larguei tudo o que estava a fazer para o ouvir. Ele não estava mal, porque nem eram próximos, só estava um bocado assustado, porque não sabia se devia ir ou não ao funeral. Por um lado, não se sentia bem em ir, porque nunca tinha ido a nenhum e não gostava e por outro lado, queria apoiar a mãe e a avó. Como podem ver, nada disto me diria respeito... Mas eu fui boa amiga e falei durante horas com ele, fui até estúpida ao ponto de lhe dizer que iria com ele ao funeral. Estúpida? Mas eras amiga dele, deste-lhe apoio como qualquer amigo faria. Passo então a explicar. Passado poucas semanas a minha avó morreu. Poucas pessoas souberam, mas ele soube. E nem uma palavra me disse. Nem uma chamada, nem uma mensagem, nada. Na altura não liguei porque era amiga dele e...bem, era parva!
Desde que soube que estava doente, a minha forma de ver o mundo mudou. O susto fez-me abrir os olhos, ver as coisas de outra perspectiva. E saber que pessoas por quem eu fiz tudo, por quem eu me preocupei, pessoas a quem meti o bem-estar acima do meu, sabem que estou doente e resolveram manter-se no silêncio magoa muito. Faz-me pensar 'caramba, mas afinal quem são estas pessoas com quem eu passei os famosos melhores anos da minha vida?'. É triste. É...exasperante!

23 comentários:

  1. É terrivel. Mas os poucos vão se preocupar com vc.

    ResponderEliminar
  2. aconteceu-me o mm qd o meu pai faleceu.
    r: não quero, obrigada na mm :)

    ResponderEliminar
  3. Sei o que sentes. É difícil quando apoiamos alguém que gostamos e tentamos fazer tudo o que pudemos por ela mas ela não dá valor nem se importa. Força querida*

    ResponderEliminar
  4. Ás vezes as pessoas que consideramos amigas desiludem-nos

    ResponderEliminar
  5. Infelismente o mundo está cheio de pessoas ingratas. sei que é cliché e reltivo pois nem nos conhecemos, mas se precisares de alguma coisa...

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  6. eu sou exactamente como tu, e este ano que tenho precisado mais das pessoas tenho aberto os olhos em relação a muita coisa, mas no fundo nunca consigo dizer que não a ninguém... no entanto pessoas assim irritam-me, a obrigação dele era apoiar-te ! espero que as coisas melhorem querida, é muito grave o teu problema ? :/

    ResponderEliminar
  7. A minha mãe já teve pedras nos rins à uns anos atrás, nem sei se eu já era nascida. E conseguiu eliminar tudo. Deves ter de fazer um tratamento, beber muita água, para ires tentando limpar, para as pedras se irem desfazendo aos pouquinhos e saírem pela urina. Coisa que é dolorosa, claro. Mas tu podes ficar bem. A minha mãe nunca mais voltou a ter. O tempo que pode demorar a passar não é certo, depende de quantas pedras tenhas e do tamanho delas. Mas vai tudo correr bem, sim? Só tens de seguir as recomendações do médico.
    O que o teu amigo te fez, que de amigo não teve nada, foi mesmo triste. Mas ao menos serviu para abrires os olhos e veres com quem realmente podes contar. E força, pela tua avó.

    ResponderEliminar
  8. assim se vê quem são os nossos verdadeiros amigos !

    ResponderEliminar
  9. Por vezes em quem mais confiamos, são os que mais nos surpreendem. Infelizmente é assim, quando precisam tudo bem, mas quando somos nós, poucas se fazem ouvir. É triste, mas é nisto que vivemos. Se precisares de falar, podes vir ter comigo, está bem? :)
    r: Pois não, há sempre que tentar!

    ResponderEliminar
  10. Infelizmente parece que cada vez existem mais pessoas assim. Muita força querida e que tudo corra bem!

    ResponderEliminar
  11. É nestes momentos que se vê os verdadeiros amigos, podes ter a certeza. E lamento que ele não te tenha dado valor.

    ResponderEliminar
  12. Resp: Obrigada Beatrice... :)
    Pois, já me aconteceu o mesmo bem há pouco tempo... Dei o melhor de mim por uma amiga e tive a consequência... Infelizmente a desilusão só vem das pessoas que gostamos... Vamos aprendendo. Espero que estejas melhor e que tudo passe.... Beijinhos!

    ResponderEliminar
  13. memória curta, bea -.- agora, quando ele precisar, também não lhe ligas!

    r: obrigada ahahahah eh pá, se calhar é mesmo melhor te preocupares :p
    eishhhh, a sério? :s

    ResponderEliminar
  14. O meu ex melhor amigo, que me magoou e pisou durante anos mandou-me mensagem á umas semanas. Respondi-lhe e ele disse que pensava que tinha apanhado uma DST e eu era a única pessoa em quem confiava... Ofereci-me para ir com ele a uma consulta mas depois no dia ele não teve consulta e eu acabei por não ir e desde aí que nunca mais me disse nada a não ser um 'Estou bem' depois de várias mensagens minhas... Ora, depois de tantos anos, acho que fui mais 'burra' que tu. Mas deixa lá, que prefiro ser 'burra' do que má pessoa (:

    ResponderEliminar
  15. nós as vezes fazemos demasiado pelas outras pessoas , guardamos a nossa dor para ir cuidar da dos outros e no fim o que recebemos em troca? 0 :/

    ResponderEliminar
  16. Há pessoas que damos tudo e quando é ao contrário o mesmo não acontece. Isso dói muito, tenho a certeza que tens pessoas que se realmente importam contigo, é essas que deves sempre valorizar :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  17. Eu tenho muito poucos amigos. Daqueles aos quais chamamos "verdadeiros". Conto-os pelos dedos de uma mão. E são esses que sei que num momento de tristeza estarão lá para mim assim como eu estou para eles. Foca-te nos amigos que nunca te deixam sozinha, que nunca te deixam cair. Os restantes não importam.

    Espero que fiques boa rapidamente. Força querida.

    ResponderEliminar
  18. Não temos de ser para os outros aquilo que eles são para nós, e desde que tenhamos a nossa consciência tranquila é o que importa :)
    As melhoras!*

    ResponderEliminar
  19. Destas coisas acontecem com muitas pessoas. De momento eu não tenho nada a "reclamar" dos meus amigos ou familiares. Tenho os suficientes e sei que com eles posso contar para o resto da minha vida. Infelizmente, não foi, o teu caso. No entanto posso dizer "não te rales assim". , melhores dias virão e quem sabe se essa pessoa venha arrepender ou até tenha dito um motivo pelo qual não o fez.
    Gostei do teu cantinho.
    A combinação das músicas no teu blogue encaixam-se.

    Estou em,

    http://trapeziovermelho.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  20. Percebo tão bem... Se precisares estou aqui! Beijinhos!

    ResponderEliminar
  21. Foi uma forma muito má de aprender, mas o que importa é que passaste a ver a vida com outros olhos e tenho a certeza que vais ser muito mais feliz :)
    As melhoras rápidas!

    ResponderEliminar
  22. Beatrice, tenho a dar-te os meus parabéns! Tens um projecto simplesmente especial e cheio de talento, o teu blog conquista à primeira leitura :) Eu cá adorei tudo, desde que aqui cheguei, desde o nome ao design! É impossivel não ficar fã.
    Continua a fazer um bom trabalho e a conquistar cada vez mais leitores, tens um talento incrivel para isto!

    ResponderEliminar